Treinar_Gestao_Empresarial_Logo_Sem_fundo.png

32 98875-2921

Como Saber se Sua Empresa Está Dando Lucro

Consultor Financeiro Alex William de Oliveira

Indiferente do seu ramo de atuação, do segmento de mercado que você atua ou do tipo de cliente que sua empresa busca, toda empresa precisa fechar no positivo! O tão buscado lucro e a meta do empresário, afinal essa é a finalidade do negócio. Mas como saber se minha empresa está dando lucro? Uma pergunta que ouço muito no mercado, e tira o sono de muitos empresários.
O lucro é em sua forma básica, a diferença do faturamento vindo das vendas dos serviços ou produtos e os custos e despesas realizados para a obtenção dessas vendas; de forma sumária Lucro = Venda – Custos.
O principal fator que dificulta a maioria dos empresários que possuem essa dúvida está na gestão de dados e avaliação das informações da empresa; pois para calcular e avaliar a margem de lucro do negócio é preciso não só conhecer as receitas e despesas, que são dados brutos, mas principalmente converter isso em informação. Tudo que entra e sai de valor tem um motivo, uma finalidade, e é necessário ser classificado para entendermos como é o fluxo de valores da empresa e suas principais fontes de renda e gastos.
Mas como isso funciona na prática? Primeiro vamos ao básico, tudo que é comprado ou vendido deve ser registrado, a ausência de dados pode gerar diferenças significativas na construção das informações e na análise dos resultados.
As despesas e receitas que devem ser consideradas para avaliação de lucro são sempre as do período, se estou avaliando o mês de novembro, considero apenas as despesas de competência, ou seja as do mês de novembro; caso eu tenha pago alguma conta atrasada, ela refletirá no meu fluxo de caixa e não aqui.
Construa um plano de contas concreto e real, que funcione para o seu negócio, classifique suas receitas em grupos e suas despesas em contas.
Seguindo esse raciocínio, o que é ligado diretamente a produção ou entrega do serviço é CUSTO, as despesas ligadas à venda podem ser classificadas como DESPESAS COMERCIAIS, todas as despesas administrativas, marketing, logística, devem ser categorizadas e separadas por grupo, incluindo as despesas fixas e variáveis, além dos impostos. Os INVESTIMENTOS são um grupo a parte, pois devem ser analisados e após as principais despesas citadas acima.
Dessa forma temos um agrupamento das despesas que nos ajudam a entender o negócio e caso o resultado seja negativo, verificar onde estão as maiores fontes de gastos da empresa, dessa forma gerando planos de ação que possibilitem a redução de custos.
Em muitos casos há uma quebra no ponto de equilíbrio da empresa, ou há um gasto maior do que o necessário ou a venda está abaixo do mínimo para manter o negócio. De qualquer forma, avalie sua empresa e esteja sempre atendo a qualquer indício que afete o resultado do negócio.